Tiradentes
Em 1702, após ser descoberto ouro as margens do Rio das Mortes, o local que até então era denominado de Ponta do Morro, com o afluxo crescente de garimpeiros, transformou-se em arraial. Tempos depois passou a se chamar Santo Antônio da Ponta do Morro, em referência a capela que os moradores ali ergueram em devoção ao santo.

Com a abundância do ouro, o local desenvolveu-se rapidamente, sendo elevado a categoria de vila em 1718, com a denominação de São José Del Rey.

Com a decadência do ouro, a coroa portuguesa lançou a derrama, exigindo o pagamento dos impostos atrasados do quinto do ouro. Essa atitude da metrópole fez nascer um sentimento revolucionário chamado Inconfidência Mineira.

O líder desse movimento, José da Silva Xavier, o Tiradentes, nascido na região, foi enforcado em praça pública após o delato de um de seus companheiros. Em 6 de dezembro de 1889, o governo republicano passa a chamar a cidade de Tiradentes, em homenagem ao herói que lutou pela independência do Brasil pela primeira vez.

Em 1938, a cidade foi tombada pelo Patrimônio Histórico Nacional por preservar um conjunto arquitetônico colonial quase intacto. Nele se destaca a Matriz de Santo Antônio, com belas formas em sua fachada esculpidas por Aleijadinho, além de várias outras igrejas e museus. A Maria-Fumaça, que liga Tiradentes a São João del-Rei, funciona ininterruptamente desde 1874, quando foi construída. 

Importantes eventos acontecem em Tiradentes, como o Festival de Gastronomia e Cultura e a Mostra de Cinema, sendo a cidade considerada um dos mais importantes pólos turísticos brasileiros. 
Faça o seu orçamento
Nº DE ADULTOS
  • Cadastre na nossa newsletter
    Cadastre na nossa Newsletter e
    fique por dentro de todas
    as novidades da Pousada do Largo.
  • Saiba como chegar
©2015 POUSADA DO LARGO. Todos os direitos reservados. Praça Largo das Forras, 18, Tiradentes - MG +55 (32) 3355-1166 - +55 (32) 8815-7782 Imaginosfera
Fechar CONDIÇÕES DE RESERVAS
Tarifas: 

- Diárias incluem café da manhã quando servidos no Salão do Café do hotel. - Tarifas e condições sujeitas as alterações sem aviso prévio, respeitando se as reservas já confirmadas e/ou pagas. - Valores em Reais (válido somente para o mercado nacional – a utilização para clientes no segmento internacional residentes fora do Brasil implicará na cobrança de tarifa em Dólar ou Euro com câmbios vigentes na ocasião da reserva.). - Cobramos Taxa de Berço (R$ 180,00 pelo período). - A Cama Extra deverá ser solicitada a recepção com prazo mínimo de 48 horas antes do check-in. (R$ 120,00 a diária). - Check-in: 14 horas - Check-out: 12 horas
 
Formas de pagamento:

Pré-pagamento de 100% do valor total das diárias em até 24 horas após a reserva, sob pena de cancelamento. Caso o depósito não seja efetuado dentro do prazo a reserva será automaticamente cancelada pelo sistema. Condições gerais de hospedagem:
Check-in a partir das 14h e check-out até as 12h.
Café da manhã é servido de 08:00h até 10:30h.
Café da Manhã servido no apartamento será cobrado R$ 38,00 + 10% por pessoa.
Sauna Funciona de 18:00h até 22:30h
 Voltagem dos apartamentos 110v.
Acrescer na tarifa 9% de taxa e 2,00 reais taxa de turismo por diária.
 
Política de pacotes e reservas: 

 I. O Cliente dentro das normas do CDC, poderá desistir do “pacote” ou da “reserva” no prazo de até 07(sete) dias, contados da data de feitura (confirmação por qualquer meio) do mesmo pacote/ reserva). Neste caso, ser-lhe-a devolvido os valores que foram depositados, se houver, sujeitando, entretanto, ao pagamento de eventuais taxas ou encargos bancários então suportados pela Pousada - contratada, referentes ao depósito;                          
II. Se a desistência ocorrer entre o sétimo e o vigésimo dia da concretização do contrato, a contratada reterá o equivalente a 20% (vinte por cento) do valor do pacote, a título de reparação, além do valor dos encargos, previsto no item anterior;               
III. Ocorrendo a desistência após o vigésimo dia da data da reserva/pacote e ou durante a estadia, não haverá a restituição da importância depositada a título de garantia;               
IV. Parágrafo único – Se a desistência da hospedagem acontecer no período de 07 (sete) dias, antes da mesma reserva e sendo este no período considerado de alta temporada feriados nacionais, Festivais de Gastronomia, Mostra de Cinema, Bike Fest, Mostra de Teatro, X Terra, Semana Santa, Carnaval, Foto em pauta, mês de Julho)/ Pacotes promocionais (Casamento e “Final de Semana Light”), a concessão do crédito só se dará acontecendo o aluguel (ocupação) do apartamento a terceiro;               
V. A desistência só será aceita se feita através de “meio” expresso;               
VI. O deposito prévio garante a reserva ate 14:00 horas do dia posterior á data do check in .Caso ultrapassa este prazo, sua reserva é automaticamente cancelada;               
VII. Concedida a carta de credito consultar a tarifa cobrada e verificar a diferença entre esta tarifa e o credito reservado. A carta de crédito será concedida ao cliente para uso uma única vez.               
VIII. Caso concedido carta de crédito, terá validade por 6 (seis) meses da data em que foi solicitada a mesma troca;               
IX. Caso o cliente não exerça o direito no prazo assinado, fica compreendido como desistência da hospedagem, sem quaisquer ônus para a Contratada, especificamente, da obrigação de devolução da importância paga;               
X. Não poderá a Contratada ser responsabilizada, se a desistência do pacote/reserva acontecer por qualquer evento, inclusive caso fortuito ou de força maior;               
XI. Se o cliente desistir de sua estadia já no instante do Check-in não lhe será devolvido a importância previamente depositada a título de garantia do pacote/reserva, sob qualquer hipótese;               
XII. Fica o cliente ciente de que a Pousada mantém, à disposição, um cofre para a guarda de dinheiro, joias e/ou outros objetos de valor. Caso o cliente opte por deixá-los no apartamento que ocupa, área de lazer ou locais de uso comum do hotel, a Pousada não terá qualquer responsabilidade, ficando o cliente cientificado que os cofres existentes nos apartamentos são meras cortesias e sua utilização de responsabilidade única do contratante, com quem ficará a chave;               
XIII. Os serviços extras solicitados pelo cliente em seu apartamento sofrerão os acréscimos previstos na Cláusula I do regulamento;           
XIV. Os casos omissos serão resolvidos nos moldes do artigo 121 e seguintes do Código Civil Brasileiro e do Código de Defesa do Consumidor, no que couber, desde que não possam ser resolvidos pela gerência da Pousada;